• Catálogo:

Greening: o que há de mais recente para o manejo da doença?

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Folha doente de Greening

Pesadelo dos citricultores, o Greening devasta pomares de todo o mundo. A ação da bactéria causadora da doença vai direto ao ponto: causa perda de frutos e, aos poucos, definha a planta por completo.

Já que os reflexos do problema são tão prejudiciais, muito se fala no manejo da doença. Há algumas ferramentas que são amplamente utilizadas, como o controle do psilídeo e a inspeção dos pomares. Mas o que há de mais atualizado?

O Greening tem sido tema de muitos estudos em grandes institutos de pesquisa. Entre investigações sobre ação da doença e maneiras de solucioná-la, o objetivo dos pesquisadores é sempre o mesmo: levar produtividade e longevidade aos produtores — diretamente do laboratório para o campo.

Pensando em manter você, citricultor, por dentro do que há de melhor para o seu pomar, preparamos este post! Nele mostraremos como a ciência é importante e influencia nos resultados da agricultura e falaremos sobre o que há de mais recente para o manejo do Greening. Confira!

A importância de se manter atualizado

Nós sabemos: o dia a dia no campo demanda bastante tempo e trabalho. Isso às vezes dificulta os produtores de dedicarem atenção a outras coisas. Por isso, manter-se atualizado é frequentemente um desafio.

Nos dias de hoje, estar por dentro de tudo o que sai, a todo momento, é uma dificuldade de quase todos os mercados. Isso porque atualmente vivemos a era da tecnologia e da informação — tudo é muito e demais. No entanto, é importante olhar para esse boom com outros olhos: nunca tivemos tanta facilidade para nos mantermos atualizados. É preciso saber usar essa vantagem a nosso favor!

A tecnologia na agricultura trouxe grandes mudanças à maneira como se cultiva diversos produtos. No caso da Agricultura de Precisão, o homem do campo viu nascer uma nova possibilidade de aumentar a sua produtividade se baseando no georreferenciamento, mapeando informações importantes. Aliados à Agricultura de Precisão, surgiram os drones, cujo faturamento mundial se encontra 25% nesse setor. Quando o assunto são os insumos, há também grandes avanços no que diz respeito à nutrição, como é o caso fertilizantes de alto desempenho

Como pôde ser visto, quem não se mantém atualizado perde muitas oportunidades de produzir mais e melhor. É preciso estar atento!

Ciência e inovação no manejo do Greening

Uma coisa é fato: todas as tecnologias e inovações que temos atualmente vieram da ciência. Frutos de muitas pesquisas e testes, os resultados inovam e aprimoram produtos, práticas e ferramentas.

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), uma das principais instituições que promovem pesquisas científicas no Brasil, coleciona 32.113 estudos financiados (concluídos e em andamento) na área de Ciências Agrárias. É cada vez mais comum a parceria entre pesquisadores e empresas com o objetivo de levar inovações diretamente ao produtor.

Quando o assunto é o manejo do Greening, os citricultores podem contar com algumas tecnologias que auxiliam no dia a dia. É o caso, por exemplo, de um lançamento inovador feito na Agrishow 2017: óculos de inspeção de Greening. O acessório promete auxiliar o usuário a enxergar com mais precisão o contraste de cores que as folhas contaminadas com a doença apresentam.

Outra inovação importante no manejo do Greening é o uso de fertilizantes foliares especialmente formulados para agir no fortalecimento dos pomares contra as bactérias causadoras da doença e na liberação adequada de seiva às plantas. Ficou curioso para saber mais sobre isso? Conheça o grande responsável pela inovação!

O uso agrícola da molécula NAC

O NAC, conhecido cientificamente como N-acetil-cisteína, trata-se de uma molécula até pouco tempo utilizada apenas na saúde humana. Comum em xaropes mucolíticos, sua função sempre foi a de desobstruir vias respiratórias. Mas há uma novidade: recentemente, foi descoberto o uso agrícola da molécula.

Em sua composição, há a presença de um grupo tiol que atua na desfazendo pontes de sulfeto de muco; e por isso é comum o seu uso para problemas respiratórios. No entanto, observou-se a utilidade de se aplicar o NAC para a quebra de caloses e a destruição do biofilme em doenças que causam obstrução, como o Greening.

Em testes, concluiu-se que, quando a molécula é administrada à planta em uma formulação bem feita, o que acontece é a desobstrução dos vasos dos floemas, causada justamente pela desaglomeração de colônias bacterianas e quebra de caloses. Tal desobstrução é capaz de liberar do caminho para que a planta se alimente adequadamente ou, nos casos de obstrução severa, que ela volte a se alimentar. 

Essa inovação abre um novo cenário de possibilidades aos citricultores quando o assunto é o manejo do Greening. Com o uso agrícola do NAC, é possível garantir vasos de floemas livres para conduzirem nutrição suficiente às plantas, o que causa um fortalecimento significativo contra ataques de bactérias. Além disso, também é uma ferramenta útil para trazer vida de volta às plantas contaminadas pelo Greening. Isso porque, assim que a alimentação é liberada, a queda dos frutos diminui drasticamente, o que retoma a produtividade do pomar.

Ficou interessado em experimentar essa tecnologia? A boa notícia é que ela já está disponível em uma formulação especialmente desenvolvida para o seu pomar. Conheça o GRANBLACK, fertilizante foliar que é ferramenta no manejo do Greening!

Deixe um comentário:

Descarga nuestro Catálogo de Productos!

Download our Product Catalog!

Envie seu currículo

Mande seu currículo através do formulário abaixo. Entraremos em contato quando houverem vagas.

×