Catálogo de Produtos

Como nutrir corretamente sua plantação de cana-de-açúcar

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
cana-de-acucar

Já estamos a todo vapor na safra da cana-de-açúcar. E segundo a UNICA (União da Indústria de Cana-de-Açúcar), a safra da região Centro-Sul pode terminar antes do esperado, devido a estiagem que está presente nas regiões produtoras.

A quantidade de cana-de-açúcar processada pelas usinas do Centro-Sul cresceu 5,6% em relação ao ciclo 2019/20, totalizando 501,30 milhões de toneladas até o final de setembro. O estado de São Paulo lidera o aumento (8,2%), seguido por Minas Gerais (8%). A moagem acumulada chega a 538,13 milhões de toneladas, um crescimento de 5,06% em relação a safra 2019/20.

Foto: Pixabay

Além disso, o rendimento médio da lavoura apresentou aumento de 1,1% na comparação com 2019, atingindo 72,2 toneladas por hectare. No acumulado da safra 2020/2021, a produtividade agrícola na região Centro-Sul atingiu 82,6 toneladas por hectare – aumento de 3,3% em relação ao ciclo anterior.

Para altas produtividades, boa nutrição

Claro, que para atingir toda essa produção, as plantas de cana-de-açúcar precisam estar bem nutridas e com uma boa fertilidade do solo disponível, porque o açúcar (sacarose) e o álcool etílico são produzidos lá no campo. As usinas e destilarias apenas extraem e transformam a matéria-prima.

A cana, como tem baixa disponibilidade de água,a concentração do açúcar é maior, e para a usina é possível transformar uma quantidade maior de açúcar a um custo menor, devido a menor quantidade de água presente na planta.

Geralmente, a cana planta é mais exigente que a cana soca. Em compensação, a cana planta consegue se beneficiar do nitrogênio (N) mineralizado no solo, fazendo com que a demanda de fertilizante nitrogenado seja maior para cana soca do que para cana planta. 

A cana-de-açúcar de primeiro corte é chamada de “cana planta”, a de segundo corte “cana soca” e de terceiro corte em diante “ressoca”.

E além do tipo de cana (planta ou soca), as variedades também apresentam diferentes exigências nutricionais. Nos últimos anos, mais de 30 novos genótipos de cana-de-açúcar foram lançados pelos programas de melhoramento. 

O manejo e diversificação das variedades de cana-de-açúcar também é etapa fundamental no planejamento da implantação do canavial. A recomendação é que uma mesma variedade esteja apenas entre 10 e 20% da área. É necessário também levar em conta as características físico-químicas do solo e as condições climáticas do local.

Foto: Pixabay

E falando em solo, a correção do solo com a calagem e a gessagem precisa ser feita. Nessa fase pós corte, o sistema radicular da planta precisa se desenvolver para que haja maior absorção de nutrientes e para que a planta não sofra com o déficit hídrico. Outra ajuda que melhora na disponibilidade de nutrientes e na compactação do solo é a rotação de culturas.

Confira tudo que você precisa saber sobre calagem e gessagem

Exigência da cana-de-açúcar aos macronutrientes

A exigência de nutrientes pela cana varia de acordo com o potencial produtivo esperado. A necessidade de potássio (K), é grande pela cultura, em torno de 175 kg de potássio por 100 t de cana-de-açúcar no ano de plantio, e diminuindo para 135 kg de potássio por 100 t de cana nas soqueiras.

O K fica nos colmos, e seu pico de absorção acontece na fase de máximo crescimento. O cálcio (Ca) é extraído no início do desenvolvimento das plantas. Ele atua na formação das raízes e na estruturação das células. 

O magnésio (Mg) e o enxofre (S) são extraídos durante toda o ciclo da cultura. Entretanto, o seu pico de absorção ocorre no terço final do ciclo. Eles são necessários para garantir um bom desenvolvimento das plantas e alta produtividade de colmos.

Nitrogênio na cana-de-açúcar

Em relação aos macronutrientes, o N é necessário em grandes quantidades: cana-de-açúcar pode exigir de 2,1 a 2,4 kg de N por tonelada de colmos produzidos. Em deficiência de N, a cana-de-açúcar apresenta clorose das folhas mais velhas e diminui a atividade meristemática da parte aérea, resultando em menores perfilhamento, área foliar e longevidade das folhas.

O nitrogênio ajuda a aumentar a produção de matéria seca e a produtividade. É um macronutriente muito requerido durante o ciclo de produção da cana-de-açúcar, no estabelecimento inicial da cultura, na formação de sistema radicular, e essencial na maior durabilidade e manutenção da soqueira e produção dos colmos.

No entanto, é preciso uma atenção especial na adubação de N na cana-de-açúcar. Segundo a Embrapa, são três as principais causas para a baixa eficiência de uso de N no canavial: 

● Falta de sincronia entre a demanda de N pela cultura e o seu fornecimento; 

● Aplicações uniformes de N sem considerar a variabilidade espacial existente dentro de cada talhão e o potencial de resposta da cultura; 

● A forma como a recomendação de N é feita.

Por isso, a consulta de um técnico especializado e o conhecimento da sua lavoura, desde os planejamento é essencial para maximizar os resultados.

Fósforo na cana-de-açúcar

O fósforo (P), que é bastante exigido no início do desenvolvimento da planta, exerce função-chave no metabolismo da cana-de-açúcar, principalmente na formação de proteínas, processo de divisão celular, fotossíntese, armazenamento de energia, desdobramento de açúcares, respiração e fornecimento de energia a partir do ATP e formação de sacarose. 

Além disso, auxilia no crescimento das raízes e no perfilhamento.  A baixa disponibilidade P no solo afeta de forma negativa o perfilhamento, desenvolvimento das folhas, comprimento e diâmetro dos entrenós da cana-de-açúcar, e provoca reduções de crescimento das plantas.

O fósforo também pode aumentar a eficiência da utilização de água pela planta, e sua absorção e a utilização de outros nutrientes ajudando para aumentar a resistência da planta a algumas doenças, a suportar baixas temperaturas e a falta de umidade.

O manejo mais utilizado é na aplicação do fósforo para a cana-planta no plantio ou logo após o plantio, no entanto, as pesquisas vêm demonstrando que fósforo também é importante antes da rebrota.

Exigência da cana-de-açúcar aos micronutrientes

Em relação aos micronutrientes, a cultura da cana-de-açúcar tem maior extração de ferro (Fe) e o manganês (Mn). Eles atuam na redução de estresses, melhoram a fotossíntese e a produtividade. O boro (B) e o molibdênio (Mo) atuam na produção de novos tecidos vegetais. 

A recomendação é que se aplique no início da rebrota, para garantir um bom enraizamento e perfilhamento. O Mo também pode atuar na eficiência de absorção de N pela cultura.

NORTHOFOS: fonte de nitrogênio e fósforo para o seu canavial

O NORTHOFOS é um fertilizante para uso múltiplo, pode ser usado via solo, fertirrigação e em aplicações foliares, pois é rapidamente absorvido pelos tecidos. Altamente concentrado em fósforo, também contém nitrogênio em sua composição.

NORTHOFOS tem como fonte única o polifosfato de amônio, que entrega o fósforo para a planta de maneira controlada. Por isso, o nutriente é totalmente disponível para a planta, requerendo menores doses quando comparado aos fertilizantes convencionais.

Seu uso é ideal para quando a planta precisa altos níveis de fósforo, principalmente no crescimento e desenvolvimento das raízes. E com sua formulação de alta tecnologia, permite que seja o fósforo seja disponibilizado em todas as classes de solos.

Além disso, os técnicos da Amazon AgroSciences recomendam o uso conjunto de NORTHOFOS com o FUEL BLACK POWER, um desintoxicante natural para plantas com problemas de fitotoxidez ocasionada por excessos de defensivos químicos. 

Entenda como a alta salinidade do solo prejudica sua produtividade

FUEL BLACK POWER estimula o enraizamento em plantas novas e principalmente tem efeito energético para cana-soca e de rebrota. Além disso, ajuda a fornecer nitrogênio, fósforo e potássio para o canavial, sendo fonte de cálcio, magnésio e ferro. Um produto muito bem formulado.
A Amazon AgroSciences tem uma linha de produtos de alta qualidade para você atingir o maior potencial do seu canavial. Consulte nossa linha de produtos e entre em contato com nossos técnicos especializados.

Texto por:

Deixe um comentário:

Faça o Download de nosso Catálogo de Produtos!

Amazon AgroSciences Fertilizantes Líquidos de Alto Desempenho Imagem Com Capa de Catálogo de Produtos

Descarga nuestro Catálogo de Productos!

Download our Product Catalog!

Envie seu currículo

Mande seu currículo através do formulário abaixo. Entraremos em contato quando houverem vagas.

Não vá ainda!

Baixe grátis nosso catálogo!

Amazon AgroSciences Fertilizantes Líquidos de Alto Desempenho Imagem Com Capa de Catálogo de Produtos