Catálogo de Produtos

A importância do potássio para a alta produção de milho

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

A produção de milho necessita de potássio para atingir altas produtividades, e o uso de bioestimulantes pode melhorar muito a eficiência do nutriente na planta.

O manejo do fertilizante de potássio (K) é benéfico para melhorar o crescimento, o rendimento e os componentes do rendimento das lavouras de milho. O elemento é o mais abundante na planta, sendo notável a diferença na velocidade de absorção, quando comparado com outros elementos.

Potássio para milho de altas produtividades

A taxa de absorção de potássio é relativamente lenta, até 30 dias após a germinação, aumentando consideravelmente e mantendo uma taxa constante de crescimento por um período de 20 a 25 dias. Neste período a absorção diária pode atingir a taxa de 7,3 kg/ha/dia.

O potássio é considerado um nutriente imóvel no solo, mas é muito móvel dentro da planta. O potássio que ocorre naturalmente no solo está, na maior parte, indisponível para a planta, pois é encontrado principalmente em minerais, como a mica, e só se torna disponível quando o mineral se degrada.

O manejo equilibrado dos nutrientes das culturas é um fator chave para melhorar a produtividade das culturas e a renda dos produtores. Trabalhos de pesquisa indicam que a aplicação de K sob condição de estresse de umidade não só melhora a tolerância da cultura ao estresse da seca como também melhora o crescimento da cultura, partição de matéria seca e aumenta os rendimentos significativamente.

Aprenda a nutrir corretamente a sua lavoura de grãos

O potássio tem funções importantes nas relações da planta com a água, onde regula o equilíbrio iônico dentro das células e também desempenha um papel significativo na ativação de mais de 60 enzimas que catalisam vários processos metabólicos, como absorção e translocação de nitratos da raiz para as partes aéreas das plantas.

Potássio para milho de altas produtividades
Foto: Balouriarajesh em Pixabay

O K atua na abertura e fechamento dos estômatos, ativa enzimas e proporciona uma folhagem verde e sadia. Se em deficiência, o K é responsável por sintomas como espigas estreitas e pontiagudas, e menor número de grãos viáveis, visto que os grãos do final da espiga não completam o processo de desenvolvimento e maturação. Além disso, as plantas ficam menores, devido a distância reduzida entre os internódios da planta. Nas folhas, podem aparecer cloroses internervais (nas mais novas).

Conforme os níveis de produção de milho aumentam, equilibrar o nível de nitrogênio (N) com o nível de K é importante para controlar a ocorrência de doenças e a força do colmo. Quando o K é limitante, a planta será limitada na quantidade de N que pode absorver do solo, impactando na resistência do caule, na tolerância a doenças e no rendimento de grãos.

Os fatores que impactam a absorção de K incluem:

Umidade do solo: com o aumento da umidade do solo, a disponibilidade e o movimento de K no solo aumentam, bem como a absorção pelas plantas.

A compactação do solo: pode diminuir a disponibilidade de oxigênio para as raízes, o que reduzirá a absorção de K. Além disso, solos compactados podem restringir o crescimento das raízes, reduzindo assim a absorção de K.

O estresse radicular: pode limitar a absorção de K até o ponto em que a planta apresenta sintomas de deficiência, mesmo quando o K do solo é adequado. O estresse radicular causado por solos secos, raízes podadas, baixa temperatura do solo e solos compactados podem contribuir para a deficiência de K na presença de níveis adequados de K. 

Para auxiliar a absorção do potássio, promover um ambiente ideal para o melhor desenvolvimento radicular, com maior volume, comprimento e massa de raízes, é essencial que o milho possa absorver melhor os nutrientes, a água e atingir altos níveis produtivos. Sendo assim, a utilização de fertilizantes bioestimulantes como o SEAGRASS pode favorecer esse ambiente.

SEAGRASS: fertilizante fluido à base de algas marinhas

SEAGRASS é um fertilizante fluido à base de algas marinhas da espécie Ascophyllium nodosum. Este é um produto concentrado, puro e de alta qualidade para aplicação foliar. Ele tem como função complexar os nutrientes e estimular a melhoria da produtividade das plantas.

Saiba mais sobre o uso de algas marinhas na agricultura moderna

SEAGRASS é um fertilizante para aplicação foliar, completamente solúvel em água e é compatível com a maioria dos fertilizantes comerciais. Pesquisas comprovam que aplicação foliar de K melhora o crescimento, aumenta a produtividade e os componentes da produtividade do milho de sequeiro em climas semiáridos.

Além disso, sua fórmula composta com extrato de algas vai atuar diretamente na fisiologia da planta, reduzindo estresses e induzir o melhor crescimento e desenvolvimento radicular. SEAGRASS age positivamente na planta com combinação de vários modos de ação, os quais são:

● Iniciação do desenvolvimento radicular e floração;

● Melhoria da resistência ao estresse hídrico;

● Induz a planta a tolerância a estresses bióticos e abióticos, uma vez que aumenta a síntese de moléculas bioativas como fenóis e flavonoides.

SEAGRASS fornece um suprimento de hormônios naturais do crescimento (auxinas e citocininas em proporção equilibrada) que estimula as células na divisão e diferenciação.

Estimula todas as etapas do desenvolvimento da planta e reduz o risco de que a disponibilidade de hormônios do crescimento seja um fator limitante durante períodos de estresse e estágios críticos de crescimento (floração, frutificação, formação de tubérculos) com impacto negativo no rendimento.

Todo esse benefício é alcançado por meio da estimulação eficiente do crescimento radicular. O forte crescimento das raízes também aumenta a capacidade da planta de absorver nutrientes disponíveis e água, aumentando assim a produção.

Raízes desenvolvidas, é preciso fornecer potássio

Para melhores resultados, a Amazon AgroSciences recomenda a utilização em conjunto com o SEAGRASS, o fertilizante fluído SPLENDOR na lavoura de milho.

SPLENDOR é um fertilizante líquido foliar mineral, concentrado em potássio e com pH neutro, permitindo misturas com defensivos e outros fertilizantes. Devido à fonte de potássio (formiato de K) presente no produto, o potássio tem rápida absorção e é assimilado pelas folhas, mesmo em épocas de baixa umidade ambiental. 

Sua aplicação é especialmente recomendada nas épocas de maior demanda de potássio, como frutificação e maturação. SPLENDOR conta com 35% de potássio em sua formulação e no milho, a recomendação é aplicar 1L/ha no pendoamento e repetir a dose após 15 dias.

Foto: Succotash em Pixabay

Outro produto da linha que também pode ser utilizado junto ao SEAGRASS é o BIG FRUT. Organomineral líquido, o BIG FRUT é fonte de potássio e carbono orgânico, proporcionando energia para a planta, rápida absorção do potássio e incremento na fotossíntese, ajudando na recuperação das plantas sob estresse. Conheça toda a linha de produtos da Amazon AgroSciences e todos os benefícios que os fertilizantes organominerais podem levar para sua lavoura.

Texto por:

Deixe um comentário:

Faça o Download de nosso Catálogo de Produtos!

Amazon AgroSciences Fertilizantes Líquidos de Alto Desempenho Imagem Com Capa de Catálogo de Produtos

Descarga nuestro Catálogo de Productos!

Download our Product Catalog!

Envie seu currículo

Mande seu currículo através do formulário abaixo. Entraremos em contato quando houverem vagas.

Não vá ainda!

Baixe grátis nosso catálogo!

Amazon AgroSciences Fertilizantes Líquidos de Alto Desempenho Imagem Com Capa de Catálogo de Produtos